Pesquisar

sexta-feira, 31 de maio de 2019

Projeto promove mutirão de limpeza da Lagoa Rodrigo de Freitas


Por Felipe Lucena para o Diário do Rio

Foto: site do MetrôRio

A limpeza da Lagoa Rodrigo de Freitas está marcada para o dia 01/06 e tem como principal objetivo sensibilizar os cariocas quanto à importância da conservação da região que, além de área de lazer, é também um importante ecossistema natural da cidade. O ponto de encontro é a partir das 9h, na Colônia de Pescadores Z-13 Núcleo Lagoa, próximo ao Parque dos Patins. A ação será realizada pelo Projeto Ilhas do Rio, que conta com o patrocínio da Petrobras, em parceria com o Instituto Estadual do Ambiente (INEA) e a Secretaria de Estado do Ambiente e Sustentabilidade (SEAS).

No primeiro mutirão, realizado em julho de 2018, foram recolhidos mais de 40kg de lixo. O resultado surpreendeu os participantes que não imaginavam encontrar tanto resíduo às margens da Lagoa.

Ao todo, foram recolhidos 42,5kg de lixo, dentre os quais 15kg eram plásticos; 8 kg, vidro; 1,5 kg, metais; 1 kg, papel; e 17 kg classificados como “outros” (borracha, pilhas, preservativos, roupas e guimbas de cigarro). Dentre esses, também foram encontrados pneus, garrafas de cerveja e pedaços de ladrilhos.

“Todos que participaram ficaram impressionados com a quantidade de lixo recolhida em tão pouco tempo. Esperávamos encontrar resíduos menores como tampinhas ou plásticos que envolvem canudos, por exemplo, mas acabamos encontrando lixos volumosos. Isso numa área de apenas 300m”, diz Bruna Duarte, gerente de comunicação do projeto.

Como nos mutirões anteriores, os voluntários irão receber um kit de material de limpeza contendo luvas e sacos. Após a coleta e separação, o montante será encaminhado pela COMLURB (apoiador da ação) para os destinos ambientalmente adequados.

A expectativa é que tanto os pescadores quanto os frequentadores sejam impactados pela ação, que tem como principal objetivo a conscientização ambiental. No mesmo dia, o Projeto também promove uma pequena exposição no local, em seu caminhão adaptado, apresentando fotos, material de divulgação e exemplares da Coleção Zoológica, composta de alguns animais marinhos e terrestres coletados no MoNa Cagarras, assim como o lixo encontrado nos ninhais de aves marinhas localizadas nas ilhas Redonda e Cagarra. Também será oferecida uma oficina de dobradura de jornal, ensinando como substituir as sacolas plásticas usadas nas lixeiras domésticas.

Além da coleta de limpeza, também será promovido um mutirão, em parceria com o grupo CARPE Projetos Socioambientais, para o plantio de mudas nos canteiros próximos à sede da Colônia de Pescadores Z13 Núcleo Lagoa. Com a ajuda dos voluntários, os canteiros serão transformados em hortas e jardins comestíveis abertos com diversas espécies de temperos, raízes, ervas medicinais e plantas alimentícias não convencionais, as chamadas PANCs.