Pesquisar

quinta-feira, 14 de junho de 2018

Inspirada pela Copa do Mundo, Orquestra Petrobras Sinfônica lança EP com versões inéditas de sucessos nacionais que homenageiam o futebol

Imagem: Reprodução da Internet
Disco, que tem canções de Skank e MC Guimê, será lançado em show gratuito no Teatro Rival Petrobras em 14 de junho e chega às plataformas digitais no dia seguinte

No país do futebol, não faltam músicas em homenagem ao esporte favorito do povo brasileiro. Inspirada pela proximidade da Copa do Mundo na Rússia, a Orquestra Petrobras Sinfônica selecionou três sucessos que celebram esta paixão nacional. Com arranjos inéditos de Ricardo Candido, um grupo de oito músicos dá uma nova roupagem às composições por meio de violinos, violas, contrabaixo, flauta, trompa e percussão. São elas: “É uma partida de futebol” (Skank), “País do futebol” (MC Guimê) e “Pra frente Brasil”. O resultado faz parte do novo EP da série “O Clássico É”, será lançado em show gratuito no Teatro Rival Petrobras em 14 de junho e chega às plataformas digitais no dia seguinte, em parceria com a Deck.

A série “O Clássico é” começou em 2016 e já homenageou os gêneros pop, rock, samba e reggae, integrando um grande conjunto de ações para popularizar a música clássica e renovar o público do gênero. A iniciativa faz parte do Mundo Pop, um dos três universos que compõe a Temporada 2018 da Petrobras Sinfônica, ao lado do Clássico e Urbano. As séries Djanira, Portinari, Armando Prazeres e Na Sala, além do Festival de Câmara, formam a programação clássica, enquanto projetos como Em Família, que apresenta versões de clássicos infantis (Prêmio da Música Brasileira 2017 - Saltimbancos Sinfônico), e #ConcertoSecreto (Prêmio Profissionais da Música 2016) fazem parte das ações que buscam reforçar o perfil agregador, democrático e desbravador do grupo de 80 músicos.

Sobre a Orquestra Petrobras Sinfônica
Aos 46 anos, a Orquestra Petrobras Sinfônica se consolida como uma das mais conceituadas do país e ocupa um lugar de prestígio entre os maiores conjuntos musicais da América Latina. Criada pelo maestro Armando Prazeres, a orquestra conta com uma formação de mais de 80 instrumentistas e tem como Diretor Artístico e Regente Titular o maestro Isaac Karabtchevsky, o mais respeitado regente brasileiro e um nome consagrado no panorama internacional.

Modelo de gestão: A Associação Orquestra Pró Música do Rio de Janeiro, entidade que administra a orquestra, possui uma proposta administrativa inovadora, sendo a única orquestra do país gerida por seus próprios músicos. 

CURTA O BLOG DO LOURENÇO NO FACEBOOK

Sobre a PETROBRAS: A Petrobras completa 31 anos de patrocínio da Orquestra Petrobras Sinfônica em 2018. Através do Petrobras Cultural, a companhia busca contribuir para o fortalecimento das oportunidades de criação, produção, difusão e fruição da cultura brasileira, para a ampliação do acesso dos cidadãos aos bens culturais e para a formação de novas plateias. Esta parceria é essencial para manter a Orquestra Petrobras Sinfônica entre os principais conjuntos da América Latina, sempre desenvolvendo um importante trabalho de democratização da música clássica e de renovação do público do gênero.

Outros apoios e patrocínios: A Petrobras Sinfônica conta ainda com os apoios culturais de: UCI, Consulado da Argentina, Windsor Hotéis, Rádio MEC FM e JLT Brasil.

Serviço
Data e horário: 14/06 (quinta-feira, 20h)
Local: Teatro Rival Petrobras – Rua Álvaro Alvim, 33 - Cinelândia
Telefones: (21) 2240-4469
Entrada gratuita
Capacidade: 350 lugares    
Classificação: livre