Pesquisar

segunda-feira, 29 de janeiro de 2018

Sabrina Sato, Elymar Santos e Milton Cunha se destacam na Quarta Edição do Glam Gay

De Luiz Carlos Lourenço
Fotos de Daniel Marques 

Juntando todos os ingredientes que fazem uma acertada receita de um animado  evento de pré-carnaval, com ricas fantasias, alegria contagiante e muito samba,o carnavalesco, produtor e apresentador MILTON CUNHA realizou na noite de ontem, por mais de cinco horas,  a quarta edição do baile carnavalesco GLAM GAY, conseguindo chegar ao ápice de todo glamour e animação ligados os consagrados eventos LGBTS cariocas realizados na CIdade Maravilhosa.



Com início pontualmente a partir das 19 h, com a presença de famílias inteiras e convidados ilustres, a Escola de Samba São Clemente superlotou a  sua reformada quadra e recebeu um público exuberante e descontraído, para um esquenta da folia, onde não faltaram as fantasias de luxo e a irreverência do carioca, que não poupou os últimos acontecimentos políticos e deu o prêmio de melhor fantasia de originalidade masculina a uma crítica a Marcelo Crivella, mostrando na passarela um "bispo prefeito" pregador da Igreja Universal que acaba não resistindo ao magnetismo do samba e se transforma numa assanhada nega maluca do morro, caindo na farra.



A alegre noite, recebeu, num clima de igualdade e confraternização, centenas de heteros, gays, lésbicas, bissexuais, travestis, transexuais, drag queens e toda a variedade de simpatizantes. A consagrada diva de carnaval SABRINA SATO, esbanjando simpatia, conseguiu superar o atraso pela side chegada com o carinho que distribuiu aos fãs,e vestida e maquilada como ISABELITA DOS PATINS (que não foi à festa...) chegou a deitar-se no palco para poder fazer muitas selfies com seus admiradores.



Um outro ponto alto da festa, certamente o mais significativo, foi a animação do baile comandado plo cantor ELYMAR SANTOS, coroado como Rei da festa, quando o artista apresentou um elogiado repertório de sucessos de carnaval, cantando com sua banda as mais célebres marchinhas e sambas consagrados pelo povo. Nas suas duas longas entradas no palco em que cantou muito, empolgando a galera, fez ainda emocionantes homenagens a CAZUZA, TIM MAIA e BELCHIOR. Além disso, num alegre meddley, ELYMAR  cantou ainda em ritmo de carnaval os maiores sucessos de sua carreira. REI DO GLAM GAY 2018.



No baile, além de SABRINA SATO e ELYMAR SANTOS foram coroados e receberam faixas SUZY BRASIL,  qu recebeu o título de Drag Glam e SAFIRA BENGUELL, desfilando alegria com a autoridade das bem vividas, recebeu o título de Diva do Baile. A Madrinha do Baile foi a linda modelo e foliã Monique Elias, ligada a causas sociais da liberdade e diversidade.



Um concurso escolheu a “Boneca Glam 2018”, vencido pela representante da BEIJA FLOR DE NILÓPOLIS. Na competição, travestis e transexuais desfilaram com os modelos biquíni tipo Musa da Sapucaí. Outros destaques da festa foram os ganhadores dos concursos de luxo feminino e masculino – fantasias luxuosas de destaques das Escolas de Samba e Originalidade Masculina e Feminina.



Entre as dezenas de personalidades do mundo hetero e gay que compareceram à festa, destacavam-se o coreografo CARLINHOS DE JESUS, a internacional cantora e atriz ELIANA PITTMAN, a socialite MARCIA VERÍSSIMO, o destaque de carnaval NABIL SAMIR HADDAD, que será coroado na terça-feira de carnaval como o REI DO BAILE SCALA GAY, diversos carnavalescos de escolas do Rio e representantes do Ministério de Saúde, que fizeram distribuição de preservativos masculinos e femininos para os participantes do baile. Tambem podiam ser vistos pela quadra da SÃO CLEMENTE os maiores icones do mundo gay, como LORNA WHASINGTON, MEIME DOS BRILHOS(que apresentou o baile ao lado de MILTON CUNHA), KATIA FURACÃO, DANUSA MEIO MUNDO, SUZY PARKER, YEDA BROWN, JANE DI CASTRO, BABALU VENDRAMINI, ANDREA GASPARELLY e muitas outras figuras da noite carioca.



Incansável, além de suas participações diárias na TV, ainda vai encontrar tempo para apresentar,seu CABARÉ DO MILTON  para uma única apresentação, no próximo dia 07 de fevereiro/2018, 4af, 19h, na Sala Baden Powell ( Av. Nossa Senhora de Copacabana 360 ).



O espetáculo é um show de variedades, onde Milton Cunha mistura em um único show, samba, funk, brega, poesia, carnaval, circo e humor, com 21 passistas e ritmistas de escolas de samba, cantores, circenses, drag queens, mestre sala e porta bandeira, dançarina do ventre, além de algumas surpresas e muito bom humor.





Segundo Milton; o espetáculo é uma performance de estrelas do universo do carnaval. Nossa proposta é fazer com que o público dance e cante com a gente. Não vai ter como ninguém ficar parado – promete o showman, que costuma levantar plateias por onde passa com seu estilo irreverente e bem-humorado.



“Serão duas horas de alegria, de loucura. A cidade do Rio de Janeiro está tão cambaleada, tá tão abatida, que precisa reverter a tristeza em alegria. Então, durante duas horas esqueçam os problemas do dia a dia e se acabem na alegria do “CABARÉ DO Milton”, explicou Milton Cunha que completa: “Acontece de tudo nesse Cabaré. Concurso de calouros, show de horrores, apresentação de convidados, performances. Tem até dança do ventre pra sensualizar ainda mais o espetáculo”.