Seja bem-vindo ao Blog do Lourenço! Obrigado por sua visita... Volte sempre!


terça-feira, 21 de março de 2017

Canto do Rio se apresenta neste sábado, dia 25, no Teatro Municipal Gonzaguinha, entrada a HUM real


Antes, haverá palestra e oficina sobre “O Legado de Marcos Leite”, ministradas por Regina Lucatto, e lançamento de artigo escrito por Patrícia Costa, no Centro de Arte Calouste Gulbenkian, dentro da programação do Observatório Coral Carioca


Neste sábado, dia 25 de março, haverá mais uma edição do Observatório Coral Carioca, que promoverá, até julho, palestras, oficinas e concertos sobre arte vocal e  coral, no Teatro Gonzaguinha e no Centro Calouste Gullbenkian. De 9:30h às 16h, a cantora e arranjadora Regina Lucatto, que ajudou a fundar o célebre Garganta Profunda, vai realizar a palestra e oficina “O legado de Marcos Leite”, dissertando sobre a obra e a carreira do líder do grupo. Também será lançado o artigo “Afinal, coro infanto-juvenil, coro juvenil ou coro jovem?”, escrito por Patrícia Costa, especialmente para o projeto. Com entrada a R$1,00, o grupo Canto do Rio subirá ao palco do Teatro Municipal Gonzaguinha, às 17h, apresentando, com direção e regência de Paulo Malaguti Pauleira, arranjos vocais originais de alguns clássicos do antológico “álbum branco”, de João Gilberto, lançado em 73, apenas com voz, violão e uma leve bateria de Sonny Carr.
Em abril, o Observatório Coral Carioca prossegue com oficina, no dia 8, sábado, ministradas por Glaucia Mancebo e Zeca Rodrigues, e show do grupo Dá o Tom. No dia 29, será a vez de Reynaldo Puebla, que estará à frente da oficina Coro Cênico, com a apresentação da Associação de Canto Coral, às 17h. Até julho, renomados regentes e profissionais do canto estarão à frente das oficinas e palestras, como Carlos Alberto Figueiredo, Deco Fiori, Augusto Ordine, Danilo Frederico, Denize Vieira, André Protasio, Lincoln Andrade e Maíra Martins. No palco do Teatro Municipal Gonzaguinha, vão se apresentar ainda os grupos Bebossa Kids, São Vicente a Cappella, Pop Coro, Coral do Cepel, Subversos, Equale, Coral Infanto-Juvenil da Escola de Música da Rocinha e Corais Mirim Infantil do São Vicente.

Com patrocínio da Secretaria Municipal de Cultura e coordenação e curadoria dos maestros Sérgio Sansão, Jonas Hammar e Carlos Alberto Figueiredo, o projeto consiste também no lançamento do site do Observatório Coral Carioca: observatoriocoral.art.br, já em pleno funcionamento, espaço virtual de encontro e intercâmbio entre aqueles que atuam junto a corais e grupos vocais, não apenas na Cidade do Rio de Janeiro, como também para além de suas fronteiras. Permitindo o cadastro de uma infinidade de grupos corais, cada qual disponibilizando suas informações artísticas, características, histórico e contatos, o site vai reunir também dez artigos temáticos inéditos, escritos por profissionais de renome, que serão lançados nos dias das oficinas e concertos.

O projeto vem reforçar, ainda, que, democrático e inclusivo em sua essência, o canto coral pode ser vivenciado por pessoas de todas as faixas etárias, diferentes níveis de conhecimento musical, pessoas experientes, ou sem qualquer experiência em música. Há grupos vocais e corais com as mais variadas propostas estéticas e artísticas e os mais variados objetivos: desde a profissionalização, até a prática desta linguagem musical como possibilidade de lazer, diversão, socialização, terapia e ampliação de conhecimentos.



Eventos aos sábados, de março a julho de 2017

Oficinas e palestras 9h30 às 12 horas e 13h30 às 16 horas

Lançamentos dos Artigos às 17 horas

Concertos às 17 horas, ingressos R$1,00



Teatro Gonzaguinha, localizado nas dependências do Centro Municipal de Artes Calouste Gulbenkian, Rua Benedito Hipólito, nº 125, Praça XI, Centro



Informações: (21) 2224-3038




Fábio Cezanne
Cezanne Comunicação - Assessoria de Imprensa em Cultura e Arte
21-99197-7465 / 21-3439-0145
www.cezannecomunicacao.com.br