Seja bem-vindo ao Blog do Lourenço! Obrigado por sua visita... Volte sempre!


domingo, 18 de dezembro de 2016

DUPLA DE CANTORES DO RIO, VALMON E JUNIOR CARDOSO APOIAM A CAMPANHA DE NATAL DA LBV





De Luiz Carlos Lourenço 
Fotos de Daniel Marques

Por todo o território nacional, a LBV segue promovendo com muito sucesso diversas campanhas de mobilização social e conscientização. São iniciativas que complementam o atendimento de qualidade já realizado, como, por exemplo, a entrega às famílias de baixa renda atendidas pela LBV e por instituições parceiras, de milhares de cestas de alimentos e itens de primeira necessidade. A Campanha Natal Permanente 2016, que tem o seu ápice agora em dezembro, voltou a receber o apoio dos conhecidos músicos cariocas VALMON RODRIGUES e JUNIOR CARDOSO, que voltaram a posar para o fotógrafo Daniel Marques vestindo a camisa da Instituição. 

 " Esta iniciativa é um grande avanço na solidariedade, somadas às campanhas educativas sobre conservação da natureza, paz nos esportes e no trânsito, todas as iniciativas oferecem à população de baixa renda amparo e oportunidades para que possam crescer e contribuir solidariamente para o progresso da comunidade em que vivem", disse VALMON RODRIGUES, que se mostrava muito feliz em colaborar novamente com a instituição, que já visitou algumas vezes com seu parceiro JUNIOR CARDOSO. "É um gol de placa da LBV esta campanha e que está entregando, só no mês das festas de fim de ano, mais de 50 mil cestas a famílias carentes", completa JUNIOR.




 Já se considerando como um "amigo de boa vontade, VALMON RODRIGUES é um conhecido cantor, compositor e artista plástico e junto com o parceiro JUNIOR CARDOSO, integra o Dicionário Cravo Albin de Música Popular Brasileira. Filho da cantora Divonete Silva, nome artístico de Sebastiana Rodrigues da Silva e de Severino Rodrigues da Silva, morto com tiro a queima roupa em um assalto à fábrica onde trabalhava como vigia. Nessa época tinha apenas doze anos e por desejo próprio saiu de casa foi morar na casa de uma família onde realizava todo tipo de serviço. Em 1980 mudou-se para a casa de sua prima Hilda em Queimados, na baixada fluminense. 

Nessa época vendia picolés nos trens e nas praias. Também vendeu bolas de gás nas ruas de Bangu, vendeu linguiça, foi servente de pedreiro, de serralheiro, borracheiro, frentista e caseiro. Em  1982 foi ser voluntário da Marinha do Brasil, na Base Aérea Naval de São Pedro D´Aldeia (RJ), ficando até 1984. Começou a trabalhar como chaveiro e por vezes fugiu do serviço para cantar e tocar violão com os amigos. Depois de sua primeira viagem para a Alemanha, passou a ficar mais tempo no país, do que no Brasil. Trabalhando como assistente de montagem de palco em grandes shows de artistas como AC-DC, Rolling Stones, Jamiroquai, Jethro Tull, Cristina Aguilera, Mariah Carey, Bruce Springteen, Marius Müller-Westernhagen, Mano Chao e Marilyn Manson. Em 2005 retornou ao Brasil.


 Em 1985 formou a banda de rock Aparion, na qual iniciou sua parceria com o violonista Júnior Cardoso. Nessa época compôs sua primeira música “É sempre assim”. As primeiras apresentações da banda, aconteceram em cima de um caminhão. Em 1998 apresentou-se em duo acústico com seu parceiro Júnior Cardoso no “Tollwood Festival”, em Munique (Alemanha), onde conheceu jovens músicos alemães com os quais formou a banda Malacaxeta. Com o dinheiro que juntaram no festival conseguiu gravar, com seu parceiro Júnior Cardoso, o CD “Lua”, no Orange Studio em Munique, lançado em 1999. Ao lado da banda Malacaxeta divulgou o disco em várias apresentações pela Europa. Chegou a dividir o palco com a cantora Daúde e Chico Cesar. Participou do filme “Samba Bavaria” da TV ARD alemã, com as atrizes Michaela May e Cleo Kretschmer, onde interpretou as músicas “Chuva” e “Quebrou o meu anel de rubi”, de sua autoria. Em 2004 gravou em Munique o CD independente e acústico, “Coisinha Verde”, ao lado de Júnior Cardoso, com participação de músicos alemães, do violonista Gerson Silva e da Cantora Daniela Mercury. Em 2005 a música “Quebrou o meu anel de rubi” foi premiada pela Confraria Oficial dos Compositores do Rio de Janeiro e Ordem dos Músicos do Brasil, em evento realizado na Estudantina. 


Participou do projeto “Ambulantes do Design”, sob coordenação de Gringo Cardia, realizado na Fundição Progresso, no Rio de Janeiro, com exposições realizadas no Centro Cultural dos Correios e Oi Futuro. Em 2006 foi convidado pela “Copa da Cultura Brasil+Deutschland” e Secretaria de Cultura de Munique a participar de um Intercâmbio Cultural no projeto “Macunaíma Visita a Bavária”, com outros três artistas brasileiros. Morou por três meses na Villa Waldberta em Feldafing no Starnberger See (Alemanha), criando obras que ficaram expostas no Museu de Etnologia de Munique, onde recebeu a visita do Ministro da Cultura Gilberto Gil. Esse encontro rendeu-lhe o show de abertura da apresentação que Gil fez no KUZ Kulturzentrum, em Maiz, durante a Copa do Mundo.



Em 2011 foi convidado pela Secretaria de Cultura de Munique para um Intercâmbio na Villa Waldberta, incluindo sua passagem por Instambul na Turquia e Zurique, no Museu das Belas Artes e Casa do Zeppelin (Suíça). Apresentou-se no Jazz Club Unterfahrt, Pasinger Fabrik e no Jazz Club Harmonie em Bonn. Em 2012 finalizou a gravação de seu terceiro CD “Por intermédio de Maria”, lançado em 2013 com show no Parque das Ruínas, em Santa Teresa (RJ), com participações de sua mãe, Divonete Silva, cantando a seu lado aos 79 anos de idade, Adil Ticatti, do sobrinho Douglas Vianna, do violinista de sergipano Eduardo Monte Santo e da cantora e atriz Zezé Motta. Em 2014 estreou o show “Vem viajar” no Parque das Ruinas, no Rio de Janeiro, ponto de partida para sua nova turnê pela Europa.


 JUNIOR CARDOSO é considerado um exímio instrumentista (violonista), além de se destacar como compositor.   Começou a tocar violão na infância, na calçada de sua casa onde se encontrava com os amigos.  Fez o curso de Técnico em Contabilidade e o curso de Ajustador Mecânico no SENAI, em Nova Iguaçu (RJ) mas com o tempo,e a parceria com VALMON RODRIGUES, entendeu que a música seria a atividade mais importante de sua vida.



 Atualmente, a dupla ensaia mais uma turnê que farão em vários países da Europa, a partir do início de 2017 e VALMON está concluindo uma estátua em tamanho natural do mestre Antonio Carlos Jobim, que será colocada nos jardins da casa de Ipanema onde o parceiro de Vinicius de Moraes residiu, por alguns anos, na rua Barão da Torre e onde está instalada, há alguns anos, um hotel para estrangeiros, a BONITA, nume de uma das canções de Tom Jobim. A obra será inaugurada no dia 25 de janeiro, dia em que o compositor estaria completando seus 90 anos.