Seja bem-vindo ao Blog do Lourenço! Obrigado por sua visita... Volte sempre!


quarta-feira, 19 de outubro de 2016

FELIPE DYLON VESTE CAMISA DA CAMPANHA E DISSE QUE SUA DECISÃO FARÁ SEU NATAL AINDA MAIS FELIZ






De Luiz Carlos Lourenço 
Fotos de Daniel Marques e arquivo

O cantor, ator, músico e compositor FELIPE DYLON declarou, ontem à noite, no foyer do Teatro Ipanema, que esse este ano "iria passar um Natal ainda mais feliz, porque estava  voltando a participar da campanha do Natal Permanente da LBV, ao lado de outros músicos, atores e jornalistas brasileiros. 

Ao encontrar a equipe da assessoria de imprensa da instituição, o jovem músico fez questão de imediatamente posar com a camiseta da campanha e já saiu circulando com a mesma, ao lado na de outros artistas, como as cantoras Simone, Dhu Moraes e Sandra Pêra, o escritor, musicólogo e produtor musical Rodrigo Faour.



 "Eu só tenho é que agradecer a Legião da Boa Vontade, por que esta ajuda significa muito para essas milhares de famílias assistidas por vocês. elas são muito vulneráveis, muito carentes. Eles não têm nem o básico para a sobrevivência. Deus vai recompensar vocês, agradeceu o jovem músico. 




 No teatro ainda estavam inúmeras personalidades como  bailarina e diretora Maria Lucia Priolli, mãe de Felipe Dylon, o cantor e estilista Edgard Mandarino, familiares Dhu Moraes e o arquiteto Bruno Faria, viúvo de Marília Pêra, além das presenças de vários atores de novelas, teatro, cinema e TV. 



  Depois de assistir o espetáculo "Duas Feras Perigosas", com as cantoras e Frenéticas Sandra Pêra e Dhu Moraes, Felipe Dylon circulou na entrada da casa de espetáculos para inúmeras fotos com amigos e fãs, deixando ao final o Teatro Ipanema vetindo a camiseta da LBV

A CARREIRA 

  Filho do surfista Luiz Felipe Dylon e da bailarina e atriz, Maria Lúcia Priolli, em 1997, aos dez anos, formou uma banda com amigos de escolas intitulada "Nerds", mas os outros integrantes não continuaram na carreira de músicos. A partir daí ele tomou seu rumo solo e gravou sua primeira demo em 1999, aos 12 anos.



Em 2003, com apenas 15 anos assinou contrato com a gravadora EMI Music para o lançamento de seu primeiro álbum, o homônimo Felipe Dylon, de onde foram retirados os singles de grande sucesso "Musa do Verão" e "Deixa Disso", vendendo ao todo 120 mil cópias do álbum. Em 2004, lançou seu segundo álbum, Amor de Verão, onde ganhou certificado de platina pelas 170 mil cópias vendidas, sendo que no mesmo ano Felipe lançou seu primeiro DVD e álbum ao vivo, intitulado Felipe Dylon - Nas Internas. Dois anos depois, em 2006 o cantor lançou seu terceiro álbum em estúdio, Em Outra Direção, trazendo uma sonoridade diferente dos dois primeiros trabalhos, onde mesclou o pop comreggae.[1] Em 2006, Felipe deu um tempo de sua carreira como cantor para se dedicar a trabalhos como apresentador e ator, sendo que participou do seriado A Diarista, naRede Globo, com Cláudia Rodrigues. No mesmo ano passou a apresentar o programa Top Top MTV, na MTV, durante o verão de 2006. Ainda na MTV, em 2007 participou do especial Família MTV, em que uma câmera o seguia o tempo todo. Em 2008, o cantor participou do filme A Guerra dos Rocha, onde interpretou Bilinho.




No dia 15 de dezembro de 2011, Felipe se casou com a atriz Aparecida Petrowsky.

Em 2012, o ex-ídolo teen comprou um zoológico no estado do Amazonas e lá reside com sua esposa cuidando de aproximadamente 70 espécies de animais. Infelizmente no começo do ano de 2013 o zoo perdeu seu mascote, o leão Adamastor, mas Felipe permaneceu forte no comando, expandindo cada vez mais o número de espécies do Zoo, focando na preservação de espécies em extinção.




 Além de colaborar em várias campanhas da LBV, Felipe Dylon foi padrinho do McDia Feliz, evento realizado pela empresa de fast-food McDonalds no Brasil, em que um dia do ano é reservado para que as vendas do sanduíche Big Mac seja revertido para a casa Ronald McDonald, um hospital que visa atender a crianças com câncer e ajudar em seu tratamento e recuperação.




Foto: Divulgação