Pesquisar

sexta-feira, 17 de junho de 2016

Teatro no bar é a original proposta do Coletivo Paralelas com a peça “UMDOUM” na Lapa

Crédito: Ratão Diniz

Duas mulheres e um homem encontram-se, por acaso, num bar da Lapa, na noite de Réveillon. De origens e expectativas diversas, cada uma fala sobre seus sonhos e sobre a falta deles. Esse é a abordagem do espetáculo “UMDOUM”, o primeiro trabalho do Coletivo Paralelas. O cenário é o bar onde a peça estreou dia 11 e será encenada até dia 3 de julho, aos sábados e domingos , sempre às 19h30, com ingressos a R$20: o Boteko do Juca, na Lapa. Lá atores e público vão interagir num jogo teatral cujo texto e produção é do próprio Coletivo, sob a orientação da dramaturga Rosyane Trotta. Por causa dessa dinâmica na interação, o resultado é diferente a cada apresentação e, por isso, sempre instigante e surpreendente.


A apresentação de “UMDOUM” em bares consolida o fazer teatral em espaços não convencionais como uma estratégia de descentralização da produção artística, possibilitando o acesso de diferentes tipos de público e a visibilidade de novos espaços como possíveis para um evento cultural. Essa é a proposta do Coletivo Paralelas.

É uma nova forma de fazer teatro, proporcionando um diálogo direto sobre as questões da sociedade. Não só por causa da interação natural entre público e atores, mas porque os espectadores enxergam-se nas questões sociais propostas pela encenação.

Outro ponto positivo nessa experiência é formar plateia. Quem está no bar tomando chope com os amigos nem sempre vai ao teatro. Aliás, o consumo de bebidas e petiscos não para durante o espetáculo, e o público não precisa ir embora depois da sessão.

Sinopse

Três personagens migram de suas cidades para o Rio de Janeiro carregando consigo a esperança de uma nova vida: uma desempregada que deseja ter qualquer emprego de carteira assinada; um carteiro que quer ter um filho que possa ser o que ele não foi; e uma mulher que apenas vive, sem nada sonhar. Ao final de suas buscas pela cidade, essas três trajetórias cruzam-se em um bar numa noite de Réveillon.


Sobre o Coletivo Paralelas

O Coletivo Paralelas surgiu em 2013 a partir do encontro de oito atores do curso de teatro da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (Unirio) com o compromisso de democratizar o acesso à arte pela experimentação de lugares não convencionais de produção artística. Também pesquisa sobre o processo colaborativo e o desenvolve como um trabalho de horizontalidade na criação cênica, em que os próprios atores pensam direção, concepção e dramaturgia.
Em 2014, o Coletivo Paralelas participou da VI Semana de Ensino do Teatro com a mostra do processo de "UMDOUM". No ano seguinte, realizou ensaios abertos do espetáculo no Instituto do Ator e no Bar do Peixe, na Lapa, e temporada no bar La Carmelita, no mesmo bairro. Apresentou, ainda, o espetáculo no Festival de Teatro Integrado da Unirio (FITU). Este ano, foi selecionado para o Festival de Teatro de Curitiba (Fringe), que ocorreu em março.


Serviço



Espetáculo “UMDOUM”

Local: Boteko do Juca

Endereço: Av. Mem de Sá, 95. Lapa

Temporada: Até dia 3 de julho, sábados e domingos

Horário: 19h30

Ingresso: R$ 20

Capacidade: 60 pessoas

Duração do espetáculo: 1h10

Classificação: 16 anos

Mais informações: 983467534/ 981033859



Ficha técnica

Concepção: Coletivo Paralelas

Supervisão de Artística: Rosyane Trotta

Elenco: Coletivo Paralelas – Caju Bezerra, Carol Barbosa, Carolina Caju, Juliana Soure, Jaqueline Andrade, Phellipe Azevedo e Wallace Lino

Direção: Coletivo Paralelas – Carolina Caju, Phelipe Azevedo e Wallace Lino

Dramaturgia: Coletivo Paralelas – Carol Barbosa e Juliana Soure

Coordenação de Produção: Coletivo Paralelas – Phellipe Azevedo e Tatiane Santoro

Direção de Arte: Raquel Theo

Figurino: Renata Alves

Visagismo: Talita Bildeman

Iluminação: Pedro Struchiner

Trilha Sonora: Diogo Vitor e Wagner Barreto

Arte Gráfica: Matheus Afonso

Logo: Eduardo Oliveira