Pesquisar

quinta-feira, 19 de novembro de 2015

UMA NOVA CANTORA JÁ DESPONTA NO
CENÁRIO MUSICAL DO BRASIL, 
LUCY TOMAZ

                                                                                                                                                                                Foto de divulgação


Por  Daniel Marques


Batizada como Marluci Tomaz Cabral,  natural de Criciúma, uma bela cidade de Santa Catarina, esta jovem artista veio ao mundo em 17 de agosto de 1999, mas é nos palcos do Sul que já é conhecida e respeitada artisticamente  como LUCY TOMAZ. Surge no cenário uma nova estrela no meio artístico, embora ela já cante desde os 5 anos de idade, destacando-se inicialmente com sua bela voz na casa de parentes e nas singelas reuniões de amigos.

Foi tomando gosto pela musica que ela mostrava precocemente que seus pais decidiram apostar e jogar todos os créditos na evolução musical da filha. Como uma boa parte dos bons cantores que surgem no meio artístico, LUCY TOMAZ iniciou seus primeiros trinados, como um belo canto de rouxinol,  na igreja de sua comunidade e chegou a se apresentar na abertura de um show gospel do cantor Thalles Roberto, que é considerado um fenômeno na musica gospel de nosso país.

LUCY TOMAZ também, participou, como cabe a uma boa iniciante, de alguns festivais de musica em Santa Catarina, atingindo posições de destaque  entre os cantores de mais idade. Entre os especialistas que já conviveram com o seu canto, esta nova artista se destaca como uma jovem muito dedicada e estudiosa, ensaiando todos os dias com o  irmão Alisson, também artista e que se especializou como músico tecladista.

Segundo seu pai, Anderson, LUCY TOMAZ enfrentou alguns problemas de saúde durante seu crescimento, mas todas estas dificuldades foram  superadas. Ele destaca que, passado o susto inicial, a filha superou todas as expectativas dos médicos que diziam que ela não poderia mais cantar.

LUCY, divide a casa de sua família em Criciúma com seus 2 irmãos, Mabli(9) e Alisson(15) e o pai, Anderson Cabral, que atua como operador de extrusora desde 1998, luta com dificuldades trabalhando todos os dias para dar sustento a sua família ao lado de sua mulher Marli Tomaz Cabral, que além de mãe e dona de casa dedicada, ajuda no sustento como manicure.

Todo mundo sabe que é muito difícil hoje em dia viver de arte de um modo geral e eu, também conhecendo o universo da música, poderia citar vários exemplos de dificuldades encontradas por iniciantes aqui no Brasil. A questão é:  novos cantores como a LUCY lutam para conseguir um espaço na cena cultural brasileira, mas não é fácil engrenarem suas carreiras porque a maior parte dos empresários costuma investir só em artistas que consideram " prontos", geralmente iniciando-os em rádios e com pouca assessoria de mídia. A preferência dos empresários tem sido por trabalhos que eu costumo denominar como“Explosivos”, que na verdade, são fenômenos populares de pouca duração, onde o retorno e domínio do trabalho fica inteiramente concentrado no próprio empresário. Logo após o lançamento, costumam se afastar do artista e, passado o sucesso momentâneo inicial, costumam investir em novos valores, passando o microfone para outro.

Pergunto: até quando a musica popular brasileira vai ficar nessa? lançando artistas ' descartáveis' que fazem sucesso por um curto período e logo depois nem se ouve mais falar do cantor ou músico recentemente lançado. Sei que falar sobre MPB é um assunto complicado hoje em dia e para ser bem sincero, não estou tão por dentro sobre o assunto como deveria, daí deixar esta tarefa para os meus amigos pesquisadores musicais, e que são maravilhosos profissionais diga-se de passagem.

Só queria expressar a minha tristeza pelo fato de que  os grandes empresários e gravadoras até hoje não apostaram  em novos artistas que possuem todas as características para dar certo, como é o caso da cantora LUCY TOMAZ. Por isso, penso que o mundo deve girar um pouco menos em relação aos interesses relacionados ao dinheiro e que devemos pensar melhor sobre o que queremos, tomando atitudes que podem levar um jovem artista ao sucesso total, ao invés de o encaminharem para o insucesso, o que muitos denominam como o fundo do poço .