Pesquisar

segunda-feira, 2 de novembro de 2015

GERALDO AZEVEDO: 70 ANOS DE POESIA

Cantor e compositor pernambucano celebra seus 70 anos durante todo ano de 2015

“7 é a idade da razão e agora eu tenho 10 vezes mais razões para celebrar a vida. E vou festejar o ano inteiro, podem esperar”, declara Geraldo Azevedo empolgado com a nova idade. Entre os planos para este ano, estão a gravação de um disco de inéditas e um DVD de frevo, em Recife. É produzindo que o artista mantém a jovialidade. “Eu quero mesmo é cantar!”, brinca. Durante todo o ano, Geraldo viajará o país com shows comemorativos, seja no formato voz e violão ou acompanhando de sua banda.
Exímio violonista, o cantor e compositor Geraldo Azevedo cria em suas canções uma mistura única entre as harmonias sofisticadas da bossa-nova e os ritmos pulsantes da música latina. Em seu trabalho é possível encontrar, lado a lado, líricas canções de amor, como “Dia Branco” (Geraldo Azevedo e Renato Rocha), e números caribenhos cheios de swing, como “Veneza Americana” (Geraldo Azevedo e Carlos Fernando). Há ainda um sabor urbano em “Taxi Lunar” (Geraldo Azevedo, Alceu Valença e Zé Ramalho), e ritmos regionais que cantam o sertão e demais ícones da cultura e do folclore nordestino,  como “Morena Linda Flor” (Geraldo Azevedo e Geraldo Amaral).
Sua discografia construída em mais de 40 anos de carreira traz 22 álbuns lançados,  entre trabalhos solo e parcerias de sucessos como em “O Grande Encontro” (1, 2 e 3), ao lado  de Alceu Valença, Elba Ramalho e Zé Ramalho, e em “Cantoria” (1 e 2), com Elomar, Xangai e Vital Farias. Essencialmente um compositor, Geraldo elabora suas canções em parcerias com poetas/amigos fiéis, seja desde o princípio de sua carreira, com Carlos Fernando e Renato Rocha, ou em anos mais recentes, ao lado de Capinan e Fausto Nilo.
Algumas de suas composições atravessam gerações e formam um repertório eternizado na memória do público. “Caravana” (Geraldo Azevedo e Alceu Valença), “Moça Bonita” (Geraldo Azevedo e Capinam) e “Dona da Minha Cabeça” (Geraldo Azevedo e Fausto Nilo), por exemplo, foram lançadas ainda na década de 70 e, até hoje, fazem parte do setlist de suas apresentações. Atualmente, Geraldo viaja o Brasil com cinco formatos de shows: Voz e Violão, Em família, Carnaval e São João, além do espetáculo “Um Encontro Inesquecível”, ao lado de sua amiga Elba Ramalho.


Serviço:
Show – Teatro Rival Petrobras 81 anos apresenta Geraldo Azevedo 70 anos.
Em show acústico “voz e violão”, o cantor interpreta os sucessos de carreira em duas noites imperdíveis.
Teatro Rival Petrobras
Rua Álvaro Alvim, 33/37 – Cinelândia – Tel: 2240-4469
Dias 6 e 7 de novembro, sexta-feira e sábado, às 19h30
Abertura da casa às 18h30.
Preço:
Setor A / Mezanino:
R$ 110 (Inteira)
R$  55 (Estudante, idoso, professor da Rede Municipal, funcionário da Petrobras)
Setor B:
R$ 100(Inteira)
R$  80 (Promoção para os 100 primeiros pagantes)
R$  50 (Estudante, idoso, professor da Rede Municipal, funcionário da Petrobras)
Classificação: 16 anos
Capacidade: 458 lugares
Esta casa é patrocinada pela Petrobras


Assessoria de Imprensa Teatro Rival Petrobras
Sheila Gomes – imprensa.sheila@armazemcomunica.com.br
Assistente - Rita Leal - ritaleal2007@gmail.com
Tels: 3874-7111 / 9.8479.7111 / 7898-9138