Pesquisar

quarta-feira, 14 de outubro de 2015

REDUZA A ANSIEDADE E VENÇA NO ENEM


 Faltam poucas semanas mês para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Cada dia que passa, os estudantes ficam mais apreensivos. Por mais que os jovens estudem, sempre ficam na dúvida se está sendo o suficiente. Outros ainda ficam temerosos se na hora “H” irá dar o famoso “branco”, ou seja, o esquecimento momentâneo de algum conteúdo importante.

Para a psicopedagoga Ester Chapiro, da Central de Professores, o conselho é simples: mantenha a calma. Todos sabem o quanto é difícil lidar com a ansiedade nesse período. No entanto, essa é a chave do sucesso. Ela diz que outro fator-chave é a autoconfiança. “É fundamental o aluno ter. Ele tem de acreditar que aprendeu o suficiente ao longo da jornada escolar”.

Mas para manter essa confiança, os candidatos precisam, primeiramente, manter uma rotina séria de estudos e fazer muitos simulados da prova. “Assim, ele irá observar por meio do seu esforço que detém o conhecimento das principais questões e ficará menos nervoso. Deve-se enxergar que o empenho está surtindo resultados”.

Porém, mente sã só está presente num corpo saudável. Para Chapiro, uma alimentação nutritiva é importantíssima nessa época. “Tem de repor as energias que os jovens gastam com a preparação”.

- É preciso ainda dormir no mínimo oito horas por noite. O nosso cérebro necessita de descanso para receber mais conteúdo e melhorar o seu poder de assimilação. Esses cuidados irão garantir mais tranquilidade durante o exame – reforça.

Além de ter a capacidade de reconhecer o próprio empenho para a prova, o escritor e psicanalista Paulo Miguel Velasco acredita que ao enfrentar uma ansiedade podemos manipular o nosso cérebro a nosso favor. “Por exemplo, relaxar os músculos lentamente, da cabeça aos dedos dos pés, ajuda a reduzir o desconforto mental causado pela preocupação”.

- O corpo responde ao estresse por meio de uma tensão involuntária nos músculos, que pode causar dor ou incômodo. Já o relaxamento muscular progressivo promove o efeito contrário, reduzindo a tensão - aconselha.

Outra forma é por tentar desacelerar o Coração. Para isso, é preciso diminuir o ritmo apressado com uma visão de eternidade do tempo. “Um método para retirar a tensão dos seus nervos é imaginar, por exemplo, o barulho tranquilizante dos rios de águas constantes. Assim o coração começa a bater mais devagar, acalmando sua mente”.

O psicanalista sugere aos estudantes também o uso de músicas como forma de terapia. Para ele, é importante criar um playlist com as preferidas. Isso irá ajudar a relaxar ou a se sentir feliz, independente do que tenha acontecido no dia. “Para complementar, peça para alguém fazer massagens relaxantes. Elas podem aliviar as tensões e nos dar mais conforto. Assim você se sentirá bem leve para o exame”. 


Por Tiberius