Pesquisar

terça-feira, 16 de dezembro de 2014

EM NOITE DO ARCO IRIS, DEENA LOVE, DO THE VOICE
FOI O CENTRO DAS ATRAÇÕES NA LAURA ALVIM, EM IPANEMA




De Luiz Carlos Lourenço
Fotos de Daniel Marques

Na  noite passada, com o Teatro Laura Alvim completamente lotado, em Ipanema, foi relizada  a esperada festa do 13º Prêmio Arco Íris de Direitos Humanos com a participação musical e teatral de grandes personalidades da nossa noite como Elza Ribeiro, Luana Muniz, Nana Kozac, Ângelo Pereira, Veluma Drag, Lorna Washington, Karina Karão , Cruzeiro Do Sul, dentre outros e a presença especialíssima da artista que recebeu o maior destaque da mídia brasileira no The Voice Brasil : DEENA LOVE.

Marcelle Esteves entrega troféu a deputada gaúcha Luciana Genro

DEENA LOVE foi premiada na categoria revelação e recebeu seu troféu no final da noite, fechando com chave de ouro o show musical.Ela cantou à capela Calling You, do filme Bagdá Café, Ave Maria no Morro, de Herivelto Martins e a canção do filme Mágico de Oz, Over The Rainbow. A artista chegou de São Paulo especialmente para receber a honraria, acompanhada do namorado, jandir e de sua mãe, Tânia.

O agradecimento da Dra.Juiza de Direito Mafalda Lucchese

Além de Deena, receberam seus prêmios a Dra.Juiza de Direito Mafalda Lucchese( categoria Ações Judiciárias),Leader Magazine e Loja Babado da Folia(pela categoria Responsabilidade Social), Maurício Peixoto, do jornal O Globo(Imprensa), Aldeia Diversidade(Organização Comunitária), Gloria Victorino(Voluntariado),  Filme Favela Gay e Buraco da Lacraia Cabaré On Ice(categoria Arte e Cultura), Série Positivos(Ativismo), Giovanna Antonelli, Tainá Muller e Anna Moura(visibilidade lésbica), Deputada Luciana Genro (atitude) e Aline Macedo(Militância & Parceria).


GRUPO ATUANTE

O Grupo Arco Íris foi criado no inicio da década de 1990 a partir do sonho de um grupo de amigos em resposta a epidemia de AIDS e a discriminação contra lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transexuais – LGBT, sua fundação data exatamente do dia 21 de maio de 1993 no Rio de Janeiro.O grupo é  uma organização não governamental, sem fins lucrativos, cuja missão é promover qualidade de vida, direitos humanos e cidadania ao público de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais – LGBT.

O presidente do Grupo Arco-íris, Almir França

Ao longo de duas décadas com a execução de ações e projetos nas áreas de saúde, educação, cultura, direitos, cidadania e controle social, o Arco Iris tornou-sea referência em território nacional no combate à discriminação e na promoção de valores de respeito à diversidade humana.

DEENA LOVE  é uma personagem criada por Pedro Figueiredo, em homenagem às cantoras da Era do Rádio. A ideia da personagem surgiu depois de uma brincadeira no trabalho. “Eu cantava em um cruzeiro internacional e, em uma das apresentações, eu me vesti de mulher. Cantei todo o repertório com a orquestra caracterizado de Amy Winehouse.

Marcelle Esteves, Aline Macedo e Julio Moreira

Pedro começou a cantar profissionalmente aos 16 anos, em bares e em casas noturnas de São Paulo. Em 2008, virou crooner de orquestra, um cantor masculino que interpreta todos os estilos musicais. Por quase sete anos, trabalhou em cruzeiros internacionais e conheceu mais de 30 países. Em uma das paradas do navio em Portugal, estudou Fado, estilo musical tradicional português. Em 2011, Pedro criou Deena Love. “Desde que ela surgiu, até o início de 2014, eu dividia meus anos em dez meses embarcado cantando como Pedro e dois em São Paulo me apresentando como drag queen”, explica. Após a performance no navio do cruzeiro,, o artista foi amadurecendo a ideia de se transformar em mulher: “Tinha que ser uma drag queen que cantasse músicas de Carmem Miranda, Dalva de Oliveira, Marlene. Que usasse roupas antigas, meio pin-up americana

Lorna Washington entrega troféu a o pessoal da Turma OK

Segundo o paulistano, sua intenção não é se transformar em Deena, mas incluí-la em sua vida e carreira. “Ela já existia na cabeça do Pedro. Quando era pequeno sempre gostou de cantoras internacionais e nacionais. Ele decidiu colocar a Deena Love para fora. Não tenho vontade virar mulher. Só quero homenageá-las através da minha voz e dos meus trajes femininos.

Na festa realizada ontem, todos os convidados eram recebidos pelo presidente do Grupo Arco Iris, Almir França e por duas drags que foram colocadas junto à entrada da Laura Alvim, Vick Diamond e Dani De Avalon. Num dos intervalos da premiação, Almir França fez uma breve saudação ao publico presente, ressaltando as conquistas do grupo que preside e as mais recentes conquistas do segmento LGBT.