Pesquisar

quinta-feira, 7 de agosto de 2014

VALMON, UM MÚLTIPLO TALENTO
NA MÚSICA E NAS ARTES PLÁSTICAS

Valmon



De Luiz Carlos Lourenço
Fotos de Daniel Marques


O cantor, compositor e artista plástico VALMON RODRIGUES realizou, durante a manhã e a tarde de ontem, um sonho antigo acalentado há muitos anos: conhecer as instalações e conferir o funcionamento do Centro Educacional José de Paiva Netto, da Legião da Boa Vontade, na Av. Dom Helder Câmara, 3059, em Del Castilho. Ele disse que indo e vindo de apresentações no Norte Shopping , passou inúmeras vezes sempre imaginando como estudavam e viviam as centenas de crianças que recebem educação total e diferenciada naquela unidade de ensino.
Ao fim da visita, onde recebeu homenagens das crianças junto com seu parceiro de carreira, JUNIOR CARDOSO, o artista se disse “maravilhado” com o que acabara de conferir.

“Me senti rodeado de anjos por todos os lados, crianças felizes que, em seus semblantes e sorrisos, mostram o maravilhoso ensino e tratamento humanitário e espiritual que recebem nesta casa. É uma coisa de Deus, de Jesus, desde que demos os primeiros passos aqui na escola, sendo recebido por um coral afinado e compenetrado de doces vozes infantis. Dá vontade de não sair mais daqui, o Presidente desta instituição, José de Paiva Netto e todos que o ajudam neste trabalho, só pode receber os melhores parabéns de quem visita este Centro Educacional,  
 Já tendo lançado três CDS, Valmon surpreende, porque é um polivalente artistas: suas músicas, pinturas e esculturas estão integradas revelando sobre tudo a realidade do cotidiano, redesenhado pelo sonho e imaginação, aspectos políticos, sociais, espiritualidade, amor, humor e sexualidade.





Três discos gravados, músicas no filme “Samba Bavária” da TV ARD onde também atuou , foi premiado pela “Confraria Oficial dos Compositores do Rio de Janeiro” com a música “Quebrou o Meu anel de Rubi”, Valmon segue escrevendo sua história e se destacando, trilhando uma  carreira independente.



ORIGEM HUMILDE



 O cantor e artista plástico nasceu em 1967 na zona oeste do Rio de Janeiro, sua cidade preferida que declara ser sua grande inspiração.Com 12 irmãos, todos  tiveram uma infância e adolescência sacrificadas, depois que o pai, que trabalhava como segurança, foi assassinado durante um assalto à empresa que trabalhava, quando Valmon tinha apenas 12 anos.
“Se eu conhecesse a LBV naquela época, bateria à porta desta instituição para que acolhessem a mim e aos meus irmãos e certamente não teríamos passado por tantas dificuldades na vida.  



Em 1999 gravou o CD “LUA“ autoral, seu álbum de estreia lançado na Alemanha. Com esse CD se apresentou pela Europa em palcos como Muffathalle em Munique abrindo o show da cantora “Daúde”, Atomic Café, Tollwood Festival, Feierwerk, Alte Brauerei Stegen e Pfefferberg-Berlin abrindo o show do cantor “Chico César”.

Seu segundo CD “COISINHA VERDE” gravado em 2004 na Alemanha, é acústico com músicas abrangentes e autênticas que inclui: Ciranda, Afoxé, Maracatu, baião, Samba e elementos do Rock e Jazz, com participação do “Sideman” da cantora Daniela Mercury “Gerson Silva”. 

Em 2005 Valmon participou com pinturas do projeto Ambulantes do design sob coordenação de Gringo Cardia, com exposições realizadas no Centro Cultural dos Correios e Centro Cultural Telemar. Valmon também expõe seus trabalhos na Feira do Rio Antigo.

Convidado pela “COPA DA CULTURA” Brasil+Deutschland2006 e Secretaria de Cultura de Munique a participar do projeto Macunaíma visita a Bavária com outros três artistas, três meses moraram na Villa Waldberta em Feldafing no Starnbergersee, criando obras que ficaram expostas no Völkerkundemuseum em Munique onde receberam a visita do Minitro da Cultura Gilberto Gil. Valmon vêm se apresentando em duo acústico com o violonista Júnior Cardoso e no dia 10 de julho de 2006, abriram o show do “Gilberto Gil” no kuz-Mainz na Alemanha, voltaram ao palco do Muffathalle e lotaram o Pasinger Fabrik sendo elogiados pela crítica do Süddeutscher Zeitung e Münschner Merkur.
 Valmon é um apreciador da Música Popular Brasileira e destaca como seus inspiradores Sérgio Sampaio, Zé Ramalho, Divonete Silva, Raul Seixas, Jacskon do Pandeiro, Dicró, Bezerra da Silva, Benito de Paula, Secos e Molhados, Beto Guedes, Caetano Veloso e Chico Buarque de Holanda.


O parceiro musical de Valmon, Junior Cardoso, que com ele irá se apresentar em outubro no dia 18 de outubro, um sábado, no palco do Parque das Ruínas, em santa Teresa, também se mostrou encantado com o que observou na LBV:
“É um trabalho digno dos maiores elogios e prêmios, nunca vi crianças tão felizes, todos estudando e brincando em total harmonia. Aqui é um pedacinho do céu, onde só reina a paz total”, declarou.

Junior Cardoso

 Na tarde de ontem, depois de visitar várias salas de aula, a creche, refeitório, gabinetes médico e odontológico, área de esportes e outros setores do Centro Educacional da LBV, VALMON RODRIGUES fez questão de se colocar à disposição juntamente com seu parceiro Junior Cardoso e o cantor BRUNO RAMAL, que o acompanharam, para participarem de shows colaborando com a Legião da Boa Vontade:
“Quero que esta nossa visita seja a primeira de uma série e contem com nossa arte parta ajudar no que for possível, participando de eventos em datas importantes como o Natal Permanente da LBV, as campanhas de captação de recursos para compra de material escolar, para a aquisição de cestas básicas e para  todos os eventos em que for necessário a presença dos artistas”.


  Ele fez questão de mostrar às crianças algumas de suas esculturas, como os compositores Noel Rosa, Pixinguinha, Cartola e Chico Buarque, além das estatuetas de um casal de favelados levando seus poucos pertences após serem retirados de uma comunidade pobre. O artista começou a esculpir as suas fantasias e sonhos aos seis anos de idade. Com o passar dos anos, descobriu também sua paixão e talento pela música. Para confeccionar as esculturas, ele utiliza madeira, argila, poepóx, papel, pedras, arame e outros materiais que recicla. 


Ele lembra que também reutiliza  materiais que encontra em lugares especiais pelo Brasil e na Europa. Suas esculturas têm sempre como tema aspectos sociais, fantasias, sonhos, espiritualismo e MPB.  Uma de suas esculturas mais importantes é da atriz e cantora Zezé Motta, que já foi mostrada em diversas revistas e jornais, como O GLOBO, na coluna de Ancelmo Góis.
 Recentemente, por dois meses antes da Copa do Mundo 2014, fez uma minuciosa escultura do jogador Neymar, com um metro e meio de altura, cujo cabelo foi criado a partir de pedaços de crina de um cavalo alemão.
“Meu sonho é que esta obra seja adquirida pelo próprio jogador, para decorar a entrada do centro desportivo para crianças que o craque planeja montar no Brasil”, concluiu Valmon.