Pesquisar

quarta-feira, 16 de julho de 2014

O JULGAMENTO DO PARANORMAL, ESTRÉIA COM
TEATRO VANUCCI LOTADO, NO SHOPPING DA GÁVEA






De Luiz Carlos Lourenço
Fotos de Daniel Marques


A noite desta terça-feira reuniu dezenas de artistas, jornalistas e colunáveis na estreia da peça teatral, “O Julgamento do Paranormal”, no Teatro Vanucci, no Shopping da Gávea, escrita pelo ator, escritor, produtor e iluminador JORGE LUIS QUEIROZ. O espetáculo conta com um elenco de 16 renomados atores de teatro, cinema e TV e trata-se de uma montagem teatral ficcional, inspirada nos relatos das vidas e obras de vários ditos “paranormais”, em inúmeras descrições de fatos do nosso dia a dia e na literatura universal. 




Entre as destacadas presenças da estreia podiam ser vistos Thiago Soares, primeiro bailarino do Royal Ballet de Londres, as atrizes e cantoras Maria Pompeu, Leiloca Neves, Lis Maia, Eliene Narducci, os atores Carlos Vonpinaz, Sérgio Fonta, Gualdino Calixto e os cantores e músicos Telma Tavares, Vitoria Virtus, Tania Malheiros, além  dos jornalistas Gerson Vieira, Liliana Reid, Vinicius Belo(Staff Company) e a cerimonialista Sisa Dutra.”. 
O Espetáculo Teatral “O Julgamento do Paranormal” propõe um novo olhar sobre tudo isso.
Esta realização conta a saga de um dito “paranormal” que é exposto de tal forma, que sua vida é virada pelo avesso. Paulo, que desde criança convive com fenômenos e experiências fora do comum, é acusado pela morte de uma criança. No Julgamento, em um tribunal do júri, fatos e versões vêm à tona revelando o quão difícil é a vida de Paulo e quão sua vida é semelhante à vida de muitos de nós. Paulo não é Santo nem Demônio, apenas um homem, com virtudes e defeitos, como qualquer ser humano.



Uma das principais causas desta bela montagem teatral consiste em propor um novo olhar sobre os “diferentes”, sejam eles tidos como deficientes, anormais, especiais ou paranormais. Em um mundo tão plural, quem de fato pode ser considerado “normal”? Qual o grau de normalidade aceitável na sociedade de hoje? Quem pode ou tem o direito de julgar se alguém é normal, ou não?
O autor Jorge Luiz Queiroz propõe ao público um questionamento sobre os "diferentes”, analisando – os a partir da ótica da antropologia, da filosofia, da psicologia, da sociologia, da ciência dos dias de hoje, e não apenas um caso de polícia.



As apresentações do espetáculo O julgamento do Paranormal acontecem no Teatro Vannucci no Shopping da Gávea no Rio de Janeiro (rua Marquês de São Vicente, 3º. Andar, na Gávea- Cep 22451040), telefone (21) 22398545, a partir do dia 15 de Julho de 2014, todas às terças-feiras, às 21 h e às quartas, às 17 h.

FICHA TÉCNICA

Autor/Diretor Geral/Ator e Iluminador: Jorge Queiroz
Diretor e Ator: Claúdio Handrey
Figurino: Nívea Faso
Cenografia: Haroldo Nunes
Visagismo: Léa Aguiar

Elenco
Jalusa Barcellos – Claudio Handrey
Márcia Rosado – Marcelo Capobiango
Eliane Narducci – Joel Vaz 
Eduardo Salles – Rodrigo Vahia
Karina Ribeiro – Michelly Coutinho
Alegria Mattus – Rodrigo Costa
Priscylla Guesser – Raphael Rossatto 
Ricardo Luis Rossatto- Jorge Queiroz

Teatro Vannucci no Shopping da Gávea no Rio de Janeiro (rua Marquês de São Vicente, 52 3º andar. Gávea- CEP 22451040), telefone (21) 2239-8545, a partir do dia 15 de Julho de 2014, todas às terças-feiras, às 21 h e às quartas, às 17 h. O Teatro dispõe de 400 lugares.


Ingressos
R$ 60 inteira e R$ 30(estudantes e idosos)

Classificação 12 anos
Duração do espetáculo: 2 horas

Assessoria de imprensa
 Luiz Carlos Lourenço
lclou2013@gmail.com 
 21 2521-4378 / 9 9550-1476


Fotografia 
Daniel Marques 
 freelancer1580@gmail.com
21-96635-7677


Fotos