Pesquisar

terça-feira, 3 de junho de 2014

TEATRO DULCINA É PALCO DE CICLO DE LEITURAS,
COM ENTRADA GRATUITA E INCENTIVO AO TEATRO 





De Luiz Carlos Lourenço
Fotos de Daniel Marques 



Com a presença de dezenas de convidados especiais, e com entrada franqueada ao público, foi realizada na noite de ontem, terça-feira, 3 de junho, , no Teatro Dulcina, na Cinelândia, a entrega do Troféu SATED aos cinco autores dos textos selecionados no projeto 1º Ciclo de Leituras Dramatizadas Novos Autores da Cena Fluminense, promovido pelo SATED\RJ(Sindicato dos Artistas) em parceria com o Instituto Chiquinha Gonzaga, coordenado pela atriz Léa Garcia. 
Na ocasião, o presidente do SATED\RJ, o ator e diretor Jorge Coutinho, presidia a solenidade de entrega de um troféu especial e certificados aos autores Rafhael Kindlovits por Sol e Mãe; Silvia Vallim e Fernando Bernardes por Chá para Três; a Vinicius Teixeira Pinto Aréas por Miss Crawford nunca morre em seus filmes; a Henrique dos Santos Bueno por No Meio do Caminho e para Gualdino Calixto por Três Mulheres Negras.


O público teve a oportunidade de assistir e aplaudir a encenação da leitura Miss Crawford nunca morre em seus filmes, direção de João Procópio Neto, e assistência de direção Ira Di Senna, destacando-se no elenco os atores Marco Miranda, Marysa Alfaia, Gualdino Calixto,  Ana Vitória Di Senna, Isabela Machado e Valdo Boaventura. A peça obteve  a primeira colocação entre todos os textos selecionados para o ciclo de leituras dramatizadas.
Na confraternização de entrega do troféu, destacavam-se as presenças dos atores Milton Gonçalves, Déo Garcez Hugo Gross e Luca Machado, além do diretor de teatro, aderecista e cenógrafo Ricardo Torres.


SINDICATO DINÂMICO


Um sindicato de luta, era a definição geral proferida pelos presentes à festa, que elogiaram o belo trabalho que vem sendo desenvolvido para incentivar a descoberta de novos autores e atores, e que tem à frente Jorge Coutinho, Léa Garcia, Deo Garcez e Myriam Persia.
A honraria é direcionada principalmente para a guerra do presidente do SATED-RJ (Sindicato dos Artistas e Técnicos de Diversões do Rio de Janeiro, liderado por Jorge Coutinho.Há 30 anos à frente da entidade, que reúne atores, músicos e toda a gama de artistas que movimentam essa indústria no Brasil, o ator conseguiu dar uma nova cara ao sindicato e muitas vitórias. Entre essas conquistas, merece destaque o moderno recém instalado estúdio, na sede da entidade, onde os associados podem gravar DVD para divulgação de seu trabalho gratuitamente. O material também é colocado no site do SATED-RJ, para acesso das empresas de comunicação e entretenimento. 


Coutinho também falou a este blog sobre as novasconquistas e das lutas que ainda empreende para garantir os direitos dos nossos artistas.  Ele revelou que o Sindicato, recentemente, promov eu o Projeto 100 anos de Nelson Rodrigues, um outro ciclo de leituras dramatizadas na sala Margot no Centro Cultural da Caixa Econômica e em brev e iniciaráoutros ciclos de leituras com direção da Léa Garcia e da Elizangela Vergueiro. Entres estes haverá um espaço só para atores da melhor idade.
Dando continuidade ao Projeto SATED RIO EM AÇÃO 2014 terá continuidade,  no interior do estado, mais um o Ciclo de Leituras Dramatizadas, coordenado por Paulo Marcos de Carvalho. Já foram apresentados, nas últimas semanas,  A Arte Final, de Carlos Queiróz Teles, às 20h, no Complexo Cultural de São João de Meriti, . apresentado o texto Romance do Pavão Misterioso, de José Camilo de Melo Rezende, na sala de leitura do Teatro Raul Cortez, em Duque de Caxias., no Teatro Municipal de Cabo Frio, aconteceu a leitura Movimentos, de Italo Luiz Moreira e na Casa de Cultura de Nova Iguaçu foi  apresentado Velório à Brasileira, de Azis Bajur, às 19h.


Hoje à noite,  dia 4 de junho, às 19h,  será a vez da apresentação de A Mancha Roxa, de Plínio Marcos, no Teatro Carequinha, em São Gonçalo. Neste  mesmo dia, A Mulher Sem Pecado, de Nelson Rodrigues, no Teatro Gacemss, em Volta Redonda, às 19h30. Amanhã,  dia 5 de junho, o texto O Santo Inquérito, de Dias Gomes, será apresentado, na ANCART Music, em Niterói, às 19h. Os Órfãos de Janio, de Millor Fernandes, será encenado, no Teatro Sesi de Campos, às 20h. Já Um Grito Parado no Ar, de Gianfrascesco Guarnieri, poderá ser visto no dia 7 de junho às 19h, no Centro de Cultura de Petrópolis.

























CONTATOS COM O SINDICATO
SATED- RJ
Endereço: Rua Alcindo Guanabara, nº 17 - 18º andar  
Bairro: Centro  
Cidade: Rio de Janeiro  
CEP.: 20031-130 
Telefone: 21 2220-8147