Pesquisar

segunda-feira, 5 de maio de 2014

UMA IDEIA INTERESSANTE, 'ESQUECER' LIVROS EM PRAÇAS, 
METRÔ, SHOPPINGS E EM OUTROS LUGARES PÚBLICOS...



De Luiz carlos lourenço
Fotos de Daniel Marques


Jovens cariocas que participam de ONG'S conhecidas como o "Imagina na Copa" e o "Simplicidades"se uniram para convocar as comunidades para mais uma força-tarefa. É simples: Escolha um livro que te marcou, escreva uma dedicatória, imprima o marcador e "esqueça" ele em algum lugar público. A ideia, multiplicadora, tem o objetivo principal de incentivar o gosto pela leitura, atingindo pessoas que não tem o hábito de gastar dinheiro com a leitura.
 A iniciativa já tem um site, o "Leve Este Livro" que já chegou a 2.500 curtidas na fan page! Para celebrar a conquista,dezenas de jovens reuniram-se ontem na área central da Praça santos Dumont, na Gávea, onde trocaram idéias, distribuíram novos livros, e fizeram brincadeiras sadias entre os grupos, como customização, poses para fotos e cantaram músicas alegres.

Daniel Marques

 No próximo domingo, evento semelhante vai ocorrer em várias praças do Rio, o projeto Livro de Graça na Praça. Quem aparecer, terá a oportunidade de receber um livro gratuitamente. As obras são de vários autores e o Imagina na Copa estará presente para estimular a missão #LeveEsteLivro. Recentemente, na cidade de Uberlândia, ) foram distribuídos, gratuitamente, cerca de 3 mil exemplares do livro “Uberlândia – 20 autores” que faz parte do projeto “Livro de graça na praça”. Surgido em Belo Horizonte, o evento teve a primeira edição em Uberlândia e quem passeava pela praça garantiu uma cópia da edição. O livro traz textos de 20 autores, 17 convidados e 3 selecionados por edital.Quase todos os autores estiveram no local, onde participaram de uma sessão de autógrafos que foi das 9h30 às 13h30. Muitos pais levaram os filhos que também saíram com os exemplares autografados e com dedicatórias exclusivas. Naquela cidade, o projeto tem promoção da Secretaria Municipal de Cultura (SMC) com apoio da Lei Rouanet.


Se andar pelo Rio já é uma delícia, imagina passear pelo Calçadão de Copacabana e encontrar um livro de Machado de Assis ou Agatha Christie? Um projeto está espalhando a literatura pela cidade das próximas Olimpíadas. O “Leve Este Livro” é gerenciado pelo Simplicidades e o Imagina na Copa, coletivos que trazem ideias inovadoras para uma das cidades mais visadas do momento.


- A nossa ideia é mostrar que, com pequenas atitudes, um pouco de colaboração e desapego (se desfazer de um livro amado não é pra qualquer um), podemos transformar nossos dias em dias melhores -, conta o arquiteto Hugo Rapizo, um dos gerentes do projeto.
O projeto funciona assim: quem quiser participar, escolhe na prateleira um livro que deseja “libertar”, baixa o marcador do “Leve Este Livro”, que está disponível na fan page do projeto, escreve uma dedicatória bem bonita para o próximo leitor e deixa o livro em qualquer lugar da cidade.- Quando a pessoa sai com o livro de casa para deixá-lo pela cidade, pode registrar e nos enviar, para que isso seja um incentivo para outras pessoas. Tem registros lindos. O mais importante é que você pode mudar o dia de uma pessoa com uma ação tão pequena -, afirma Hugo.


O “Leve Este Livro” é inspirada em várias ações, como o Biblioteca popular, em Brasília, o Biblioteca, na Bahia, e o Bicicloteca, em São Paulo. O projeto começou com os gerentes libertando os livros pela cidade e registrando a ação em um vídeo .
- Após o lançamento do vídeo, ficamos surpresos com a repercussão, mas muito felizes em ver que a ideia tinha dado certo. Quando bolamos o projeto, o objetivo era que tivesse vigência de apenas uma semana, mas em dois dias já tinham 800 pessoas na fan page, mandando fotos de mais de 10 cidades. Hoje, acredito que mais de 20 cidades já estão participando, com pessoas de todas as idades -, conta Hugo Rapizo. O projeto não recebe ajuda financeira de nenhuma instituição. A ideia, que surgiu como uma parceria entre o Simplicidades e o Imagina na Copa, teria um tempo de vida. Mas o sucesso da ação pode mudar os planos.

- Naquele momento, não havíamos pensado em um segundo passo, mas, devido a aceitação, outras coisas podem acontecer em relação ao projeto – afirma, empolgado, Hugo.

O projeto é simples: escolha um livro que você já leu, gostou e que está na sua estante há muito tempo. Imprima um marcador do projeto, escreva uma dedicatória bem bonita e “esqueça” em algum lugar público. Depois, é só mandar uma foto do livro no lugar em que foi deixado. Você também pode criar um evento e enviar as fotos, já ocorreram vários eventos inclusive em São Paulo, Recife e em Salvador.
Para quem se interessou, pode procurar saber mais na página do projeto no Facebook: https://www.facebook.com/leveestelivro?fref=ts. Na página, além de informações de como participar, estão reunidos alguns relatos e fotos das pessoas que já esqueceram livros.