Pesquisar

terça-feira, 20 de maio de 2014

NESTA SEXTA, NO CRISTO REDENTOR, A CAMPANHA
SOMOS TODOS IGUAIS -  DISCRIMINAÇÃO ZERO"




Fotos de divulgação


A Universidade do Estado do Rio de Janeiro juntamente com a Reitoria do Cristo Redentor, Arquidiocese do Rio de Janeiro e o Programa Conjunto das Nações Unidas para AIDS – UNAIDS, uniram-se para realizar, a Celebração a Campanha  – Somos Todos Iguais – Zero Discriminação
A solenidade acontece nesta sexta-feira,  no dia 23 de maio de 2014,   no Cristo Redentor, com a presença de Luiz Antônio Loures


Programa Conjunto das Nações Unidas - UNAIDS e Padre Omar Raposo
Reitor do Cristo Redentor, Arquidiocese do Rio de Janeiro. Segundo o 
Prof. Dr. Marcio Tadeu Ribeiro Francisco
Coordenador da Campanha Zero Discriminação no Brasil / Universidade do Estado do Rio de Janeiro/Universidade Veiga de Almeida, comparecerão  ao evento netos do Presidente Nelson Mandela. Ministros e Secretários de Estado, representantes das agências da ONU em Genebra e no Brasil, além de reitores das  universidades 
UVA, e UERJ, PUC-Rio,  Pontífice Universidade Católica do Rio de Janeiro, Padre Josafá Carlos de Siqueira, Lá estarão também personalidades convidadas especialmente para o ato como atores, músicos, esportistas e jogadores de futebol como Ronaldinho Gaúcho e  David Luiz.


 A iniciativa do evento partiu da Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Reitoria do Cristo Redentor, Vicariato da Comunicação Social da Arquidiocese do  Rio de Janeiro, Programa das Nações Unidas para AIDS – UNAIDS, e Universidade Veiga de Almeida e tem como objetivo principal promover os princípios dos direitos humanos o respeito pelas pessoas, os valores básicos da igualdade e a eliminação de todos os tipos de discriminação.
 Os organizadores lembram que no dia 23 de janeiro de 2014, o Papa Francisco promulgou mensagem com o tema “Comunicação a serviço de uma autêntica cultura do encontro”. Em seu texto, o Papa reconhece a importância dos processos, meios de comunicação e mídias sociais e digitais.  Nesse sentido, convoca a todos que tenham uma atenção especial às redes digitais no sentido de não serem usadas para o isolamento social e sim para “ajudar-nos a sentir-nos mais próximos uns dos outros”. Nesse sentido a reitria do Cristo Redentor e o Vicariato da Comunicação Social da Arquidiocese do Rio de Janeiro está promovendo a Campanha – Somos Todos Iguais.


 Essa campanha vem de encontro a Campanha do UNAIDS de combater todos os tipos de discriminação como fator de vulnerabilidade social e estrutural que interfere no acesso das pessoas que mais precisam dos serviços de prevenção  e tratamento da AIDS. A campanha do UNAIDS- Discriminação Zero, também está utilizando as redes sociais e digitais como meio de mobilização social para o combate a Discriminação. A campanha e seus matérias promovem o respeito e a solidariedade pelas pessoas para  alcançar uma sociedade sem estigma, preconceito e discriminação.


A mobilização está sendo realizada  através de parcerias com as universidades, como a Universidade do Rio de Janeiro (UERJ), Universidade Veiga de Almeida (UVA) e instituições dos vários sectores ( Justiça, Saúde, Direitos Humanos  e Assistência Social), organizações não governamentais, instituições religiosas e culturais, para atingir jovens e adultos de todo o Brasil.  
Assim, os esforços se unem para o Evento conjunto: Somos Todos Iguais- Discriminação Zero!
 A Mensagem Chave da campanha é Discriminação Zero! Somos Todos Iguais! Promoção do respeito e solidariedade para uma sociedade sem estigma, sem preconceito e discriminação.
As ações desenvolvidas pela campanha adotaram a borboleta como símbolo do processo e todos poderão mostrar seu compromisso com a  “zero discriminação” enviando uma foto com uma borboleta ou frase. A campanha é global e possui a página oficial: https://www.facebook.com/zerodiscrimination

• As frases da campanha mais usadas mundialmente são: “Discriminação Zero”, “Mantenha o espírito aberto e estenda as mãos para a Zero discriminação” e “Juntos é possível alcançar a meta de Zero Discriminação”.
• Todas as pessoas podem postar  fotos, vídeos e mensagens sobre zero discriminação, sempre utilizando as hashtags: #zero discriminação, #zero discrimination, #transformação, #transformation, #respeito, #respect, #dignidade e #dignity.

homepage da campanha: http://www.unaids.org/en/resources/campaigns/20131126zerodiscrimination/



 Assessoria de Imprensa 
  EULÁLIA FIGUEIREDO 
 (21-98606.3076/ 2636.5630)