Pesquisar

domingo, 20 de janeiro de 2019

Em tarde alegre na Zona Sul, o radialista Clovis Monteiro, da Super Radio Tupi, saboreou as delicias do Ipanema 159 com amigos e sua equipe

O conhecido radialista da Super Radio Tupi CLOVIS MONTEIRO mostrou na tarde de ontem que não tem nada de supersticioso. Reuniu numa enorme mesa todos os integrantes de sua equipe, incluindo os queridos Mauricio Menezes, Filipe Melo, Tiago Castro e outros profissionais, num total de 13 pessoas e comandou uma tarde alegre no Bar e Restaurante IpanMeema 159, almoçando e saboreando drinks especiais a convite do proprietário da casa, Antonio Militão, de quem Clovis já é parceiro e cliente especial há muito tempo no Seu Cristóvão, no bairro imperial, São Cristóvão, na zona norte do Rio.

Programação religiosa para o dia de São Sebastião

Originalmente publicado por Felipe Lucena no Diário do Rio

Neste domingo, 20/01, comemora-se o dia do padroeiro da cidade do Rio de Janeiro e programação religiosa começa cedo. Às 10h da manhã tem início a missa solene celebrada pelo arcebispo do Rio, Dom Orani Tempesta, na Igreja dos Capuchinhos, localizada na Rua Haddock Lobo, 266, na Tijuca.

sábado, 19 de janeiro de 2019

Mercado imobiliário do Rio perde um de seus grandes nomes, Luiz de Oliveira

Sergio Castro Jr, Claudio Castro e Luiz de Oliveira
Publicado originalmente no site Diário do Rio

Neste último mês, após as mudanças do Diário do Rio, faço reuniões todo o início da noite com nosso presidente, Claudio Castro, em seu escritório na Sergio Castro Imóveis, e ao final dela sempre sentava um senhor que conhecia há mais de uma década mas nunca antes tinha tido o prazer de conversar, o Luiz de Oliveira, ou simplesmente, Oliveira.

sexta-feira, 18 de janeiro de 2019

Rio se torna a primeira Capital Mundial da Arquitetura

Foto: Alexandre Macieira - Riotur
Originalmente publicado no site Diário do Rio

A cidade do Rio de Janeiro, nesta sexta-feira, 18/01, ganhou mais um motivo para se orgulhar. Em uma cerimônia, realizada em Paris, na França, a Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura (Unesco) premiou o Rio como primeira Capital Mundial da Arquitetura.

Orla Luiz Paulo Conde é de arquitetura contemporânea
Este título foi criado pela Unesco no ano passado. Então, o Rio de Janeiro teve a honra de ser a primeira cidade a receber tal designação.

Em 2012, a Unesco já tinha concedido ao Rio o título de patrimônio cultural mundial na categoria paisagem urbana. Com a designação desta sexta-feira, o Rio fica responsável pela organização do Congresso mundial da União Internacional dos Arquitetos no ano que vem, entre 19 e 26 de julho de 2020.

Outeiro da Glória é exemplo de arquitetura neoclássica
“O título da Unesco deve atrair para a cidade arquitetos do mundo inteiro. Eles virão aqui não só para apreciar nossas belezas naturais e as construídas pela genialidade dos nossos mestres da arquitetura ao longo dos séculos. Eles também vão sugerir novas mudanças de modernização e parcerias internacionais para melhorar ainda mais a cidadania dos moradores da cidade do Rio”, disse o prefeito Marcelo Crivella.

MAM é símbolo de arquitetura moderna
A secretária de secretária de Urbanismo da cidade, que estava presente na assinatura do título, destaca a força arquitetônica do Rio de Janeiro.

“Correntes dominantes do pensamento urbanístico, principalmente da Europa, influenciaram a arquitetura do Rio de Janeiro. As ideias que chegaram aqui foram aplicadas, transformadas e adaptadas com grande inventividade ao nosso território, sua geografia, topografia e condição natural, sempre com a peculiaridade do nosso tropicalismo. Os elementos próprios que emergiram da criatividade carioca têm sido tão potentes que converteram sua arquitetura em referência mundial”, afirma Verena Andreatta.

No Rio de Janeiro são muitos os estilos arquitetônicos. Colonial, Art-Déco, Moderno e Contemporâneo são alguns dos mais presentes em nossa cidade.

“Fico feliz que finalmente tenha sido reconhecida a cidade onde se localizam o Paço Imperial, o Palácio Gustavo Capanema, o Museu do Amanhã e o Theatro Municipal, entre outras dezenas de construções absolutamente sensacionais, pela sua arquitetura. O Rio de Janeiro não é só praia e bunda. Cada reconhecimento deste tipo que nossa cidade recebe enche de orgulho o carioca, e faz justiça àquela que já foi chamada de rainha das províncias e empório das riquezas do mundo”, pontua Claudio Castro, diretor da Sergio Castro Imóveis.